Estudos para a implementação da gestão integrada de águas superficiais e subterrâneas

PROJETO RIO VERDE GRANDE: Estudos para a Implementação da Gestão Integrada de Águas Superficiais e Subterrâneas na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco: Sub-bacia do Rio Verde Grande

Apresentação e objetivo

Este é um projeto realizado pela CPRM – Serviço Geológico do Brasil em parceria com a ANA – Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, tendo como objetivo ampliar o conhecimento a respeito dos fatores relacionados ao meio físico (tipos de rochas, relevo, solos, movimento e volume das águas subterrâneas, escoamento das águas superficiais, clima), meio biológico (tipos de coberturas vegetais) e meio socioeconômico (uso e ocupação do solo, os usos da água e a socioeconomia) que influenciam na dinâmica hídrica da região para que se possam gerar informações necessárias à implementação da gestão integrada dos recursos hídricos. O projeto teve início em  setembro de 2018, com duração prevista de 36 meses.

Gestão Integrada

A gestão integrada compreende processos que visam garantir efetividade na conservação e eficiência na alocação dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos, e a sustentabilidade hídrica, baseando-se no princípio de que os recursos hídricos são limitados e seus usos são interdependentes.

Áreas Foco do Projeto

Na bacia do rio Verde Grande, o projeto será realizado em duas grandes áreas que totalizam 8.000 km  localizadas principalmente na margem esquerda do rio Verde Grande, abrangendo também parte das bacias dos rios Pacuí e Jequitaí. Nestas áreas estão sendo realizados estudos detalhados de algumas áreas-piloto envolvendo as bacias hidrográficas do rio Vieira e do rio Salobro e região do entorno da cidade de Jaíba.

Documentos

Para saber mais acesse o material abaixo: